Clinica Weiss

Hidratantes: porque usá-los pode fazer toda a diferença!

A nossa pele possui uma camada de hidratação natural, constituída por água e lipídeos, que a protege das agressões do meio externo e mantém a sua elasticidade e viço.

Diversos fatores como hábito de tomar banho muito quente e demorado, uso de sabonetes esfoliantes com frequência, fatores genéticos de determinam uma pele mais seca, atopia e alterações hormonais podem prejudicar a formação dessa camada protetora, deixando a pele mais frágil, ressecada, sujeita a alergias e coceiras.


Dessa forma, a aplicação de loções ou cremes hidratantes pode fazer toda a diferença. Para a pele do rosto o hábito da hidratação já está bem estabelecido. Mas em relação ao corpo muitas vezes deixamos de aplicar o hidratante justamente nas épocas de maior necessidade, como o pleno verão (a pele fica “pegajosa”) ou pleno inverno (“não quero sair do chuveiro com o corpo quente e colocar um creme gelado”), dizem muitas pessoas.


Lembre-se que a aplicação do hidratante deve ser diária, para que ele possa fazer o seu melhor papel. E que as substâncias hidratantes não são necessariamente “gordurosas”. Além disso, uma combinação dessas substâncias muitas vezes é necessária para que se obtenha o melhor resultado em termos de hidratação.

Assim, ao contrário do que muita gente pensa, os hidratantes mais oleosos não são os que melhor hidratam, e sim os que possuem a melhor combinação de ativos para a sua pele, diz Hugo Weiss dermatologista.

É importante ficar bem claro que a medicina não é uma ciência exata, e que os resultados podem variar, dependendo da região tratada, do tipo de pele, do tratamento empregado, do seu engajamento nos cuidados indicados e nas suas expectativas. Nós lhe garantimos que está consultando dermatologistas qualificados, com equipamentos e treinamento de ponta, que farão o possível para obter o melhor resultado. Informamos que as fotos utilizadas no site são meramente ilustrativas e fornecidas pelos fabricantes dos equipamentos.