blog dermatologia

Preenchimento cutâneo: o que você precisa saber?

O preenchimento cutâneo é um dos procedimentos mais realizados nos últimos anos por quem procura uma aparência mais jovem. A técnica consiste na aplicação de substâncias sob a área da pele a ser tratada, restaurando ou criando volume, consequentemente melhorando o aspecto. Entretanto, ainda existem muitas dúvidas e “preconceitos” a esse respeito.

No intuito de esclarecer quaisquer incertezas com relação ao tipo de preenchedor, o dermatologista Hugo Weiss responde a algumas das dúvidas mais frequentes dos pacientes.

O que são os chamados preenchedores?

Os preenchedores cutâneos são um grupo de substâncias diversas que se propõem a restaurar ou criar volume em áreas da pele. Dessa forma podemos reduzir a profundidade dos sulcos (“bigode chinês”), aumentar o volume dos lábios ou de outras áreas da face, como as maçãs do rosto, ou do corpo e o dorso das mãos.

Mais recentemente, também outras áreas, como glúteos e mamas têm sido tratadas com esta técnica, principalmente por cirurgiões plásticos.

Se existe mais de um tipo de preenchedor, como saber qual o mais indicado?

O seu médico irá explicar as indicações e as contraindicações de cada produto, para cada caso específico. O material mais utilizado é o ácido hialurônico de origem não animal (NASHA) que é uma substância muito parecida com a que o nosso próprio corpo produz.

“Não sendo um produto “estranho” não causa reações de rejeição, e como também não atua sobre o movimento muscular, não afeta a expressão ou o movimento facial” explica Hugo Weiss.

Além disso, será reabsorvido a partir do 9o mês de aplicação, de modo que as mudanças que ocorrem com o passar do tempo, na face e no corpo, também podem ser tratadas de acordo com as novas necessidades.

Qual o resultado esperado após o preenchimento com ácido hialurônico?

“A grande maioria dos nossos pacientes tem em mente um resultado sutil e natural, onde a expressão fica mais descansada, refrescada, sem que a fisionomia seja modificada”, relata Hugo Weiss.

Uma avaliação detalhada é essencial para o sucesso do procedimento. O resultado final é melhor percebido após 2 semanas. Imediatamente após a aplicação pode ocorrer edema (inchaço) na região tratada e menos frequentemente pequenos hematomas.

Quais as indicações e contraindicações do procedimento?

O preenchimento está indicado em todas as situações acima descritas, sendo utilizado principalmente após os 30 anos.

As contraindicações são gestação, amamentação e processos infecciosos, sistêmicos ou no local da aplicação. O uso de medicações, principalmente anticoagulantes, deve ser relatado ao seu médico.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

Fique conectado: